Seguidores

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Carta de Saudade...3


                                                       
                                                Pelotas, 19 de Julho de 1991.

         Meu querido, ontem ligaste e eu briguei contigo, sei que tinha a minha razão, mas me senti tão culpada, quem sabe aquela hora estavas precisando de um colo, de um carinho e eu fui tão estúpida, mas também não soubesses compreender o meu desespero, fostes grosso também, porque o que parece ser ciúmes não passa de desconfiança, e isto me dói muito, porque se até fosse ciúmes eu ficaria vaidosa, mas desconfiança me humilha. Agora fico pensando... será que vais ligar de novo??? Pois ontem eu te disse para não ligar e tu disseste que não vais ligar mais, mas eu acredito no teu amor.
Tente compreender o que eu estava sentindo, nestes 3 dias em que não ligavas, a gente sempre pensa o pior, quando escutei a tua voz, foi um alivio, mas ao mesmo tempo descarreguei toda a minha tensão em cima de ti. Queria que me falasses macio, que me pedisse compreensão, mas não foi isto que aconteceu, mas enfim o que fazer... se ligares hoje estaremos mais calmos e quem sabe até rirmos daquela explosão.
Não vejo a hora em que vais chegar, vou te abraçar tanto, te beijar tanto, descarregar toda essa carga de emoção e tesão, e te pedir para que não me deixes mais só. Preciso de ti, te amo.

                        `Tua cheri.







Nenhum comentário:

Postar um comentário