Seguidores

domingo, 24 de abril de 2011

Feliz Pascoa MEU AMOR....

Hoje eu vim me desculpar, vim pedir perdão por todo mal que te causei,
 por toda inquietação que provoquei e por toda as mágoas que te  trouxe. 
Eu sei que sou a pessoa errada, 
sou complicada e falha, sou egoísta e egocêntrica,
 e tenho o terrível vício de sair quebrando sonhos. 
Eu destrato, destraço e destruo destinos. 
Tenho uma vasta coleção de arrependimentos, 
de todos os tipos, de todos os tamanhos, 
e eu sempre consigo, querendo ou sem querer, aumentar essa coleção.
 Com você foi diferente, tanto tentei não errar, não decepcionar, 
não machucar, que o fiz pior ainda, pois me apaixonei de verdade. 
Sei tambem de todas as razões que você tinha para NÂO me amar,
 hoje sei que são as mesmas que te fazem me odiar, e acredite 
quando eu digo que sinto muito. Eu queria ter conseguido, sabe?
 Por uma só vez na vida, eu queria ter conseguido não arruinar tudo 
o que eu tinha de bom em mim, em nós, 
tudo o que na verdade, você me dava de bom.
Hoje me pego desequilibrando,
 como quem ainda não se acostumou a andar sem as rodinhas da bicicleta,
 ou de ter alguém segurando e guiando meus caminhos, e vivo me quebrando no chão. 
Eu me afastei, eu te fiz ver que o melhor lugar do mundo,
 era justamente o que te deixava mais longe de mim. Mas AINDA sinto tua falta, 
sinto que mais uma vez teria uma grande chance de ser feliz. 
E acredite em mim quando eu digo, que doeu e dói, muito mais em mim.
Tentei me convencer de que a minha atitude de sumir tinha sido a melhor coisa
 que eu poderia fazer por você. Mas como pode isso ser certo, se incomoda tanto, 
se faz tanta falta e me deixa assim, com tanta raiva de mim.
Eu andava bem conformada com o fato de ser assim, 
e não ligava muito para as coisas que não davam certo,
 só que pela primeira vez, eu fico extremamente frustrada,
 por continuar sendo a mulher menos merecedora de você. 
E isso é massacrante!
Sinto sua falta todos os dias! E confesso que ainda na acostumo, 
é como uma passagem direta ao passado, 
que me faz reviver cada gole de vinho e cada carinho. 
Sinto falta do jeito que você me falava, ninguém tinha me tratado daquele jeito,
 e saber que nunca nem AMIGOS  podemos ser, 
é um castigo mais do que merecido pra alguém assim como eu. 
Com você me aprendi mil coisas que não tem preço e são insuperáveis. 
Lembro de ter medo de tu sumir sem despedir e não mais voltar.
 Tanto não quis, tanta coisa, que foi justamente o que aconteceu. 
Mas hoje eu venho aqui pra te pedir perdão, e é isso... 
Perdão! Perdoe-me por QUERER ser a mulher que você merece,
 e saiba mais do que antes, lamento por NÃO ser eu, 
de coração, de todo meu coração,
 lamento por ser assim, não merecedora de você. 
 (ESTOU A 20 ANOS ATRASADA) foi que tu falou ...lembra? Feliz Pascoa. 

 (NÃO TENHO OUTRO MEIO DE ME EXPRESSAR)

Creditos: (http://pedacodepapelvirtual.blogspot.com)

2 comentários:

  1. Olá,

    O Google me avisou que alguns textos meus tinham sido reproduzidos neste blog, e vim conferir.

    Fico feliz que gostes do que escrevo, mas peço que coloques a autoria, OK?

    Obrigada!

    Beijo.

    Rafaella Rocha.

    (http://pedacodepapelvirtual.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  2. Obrigada querida pelo aviso vou por sim... realmente sao coisas lindas que tocam nao somente a mim mas tambem outras pessoas, e creio que o que belo e bonito todo mundo tem que ler e ver. Desculpe se falhei contigo, minha intençao nao foi de plagio, e sim pelo belo do conteudo...ainda tenho muito que aprender, fico catando pela net coisas lindas como as tuas por exemplo.. um beijo.

    ResponderExcluir