Seguidores

quinta-feira, 24 de março de 2011

Sempre...


Estarei sempre te esperando, sempre e sempre estarei lá... Lembrei tanto de você essa semana! E decidi que tenho que te respeitar. Se você não quer, eu não tenho, eu não posso insistir. Mas lembre-se sempre que eu nunca, jamais irei esquecer você. 
Não vou esquecer nenhuma das mensagens desde a primeira, em que me chamou de LINDA, e disse que sentia falta de falar comigo à noite, que era sem cabimento isso, até a última.
Jamais vou me esquecer de todos os TELEFONEMAS e bate-papos, onde a gente se falava tanto, o tempo todo, falando besteiras, falando sobre o tempo, sobre relacionamentos, sobre a vida... Lembro do primeiro dia, que vc disse que seríamos ótimos amigos! No início você nem se importava com a idade, ou com o sexo. Você nunca se importou em falar sobre nada, sobre o que faríamos quando nos encontrássemos e cumpríssemos nossa "ordem", que já tinha se tornado tão prazerosa, e que não era apenas uma ordem mais... 
Lembro de quando teve uma briga comigo e consigo, a respeito da minha demanda por você, e que você se doava tanto para mim. E pouquíssimo tempo depois já tínhamos esquecido tudo isso, e você me dizia que queria que eu estivesse assistindo um filme contigo, ou na cama, mesmo que só pra fazer volume, lembra? Lembro quando você me "obrigou" a apagar todas as suas mensagens, mandando beijos "em qualquer lugar, mesmo?"... 
Parece que foi tudo fruto da minha imaginação, um sonho de 3 ou 4 meses, tão apaixonante e tão maluco... Hoje estou confusa e pensei em você o dia inteiro. Fiz coisas de adolescente, como te ligar e ficar ouvindo sua voz na secretária (Ah, desculpe se você ouvir alguma lá no consultório sem sentido. Fui eu, mas não foi intencional... Achei que você tinha atendido...), todas as coisas que fiz fiquei imaginando o que você falaria, fiquei imaginando por horas uma conversa com você, falei sozinha, falei contigo sem você saber. 
Mas tudo isso ficou junto com nossa história, como se fosse apenas um sonho, porque não é racional de se fazer, não faz sentido. Eu estou maluca e confusa, como sempre. Já deu pra você perceber como eu sou, né? Estou confusa a respeito do que sinto por você, ainda. Não sei mesmo se é coisa de "amantes" ou de amigos, só sei que é amor. E dos piores: incondicional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário