Seguidores

quinta-feira, 10 de março de 2011

Quando não estás..



Quando não estás aqui
A noite chega cedo
Não sinto medo
Só falta de ti
Fico perdido
Desorientado e sem sentido
Sou uma flor sem jardim
É um sofrer sem fim

Quando não estás
Fico imaginando por onde vás
Penso em correr atrás
Chegar até você
Saciar logo o meu prazer
E parar com este sofrer
E de novo voltar a viver

Nenhum comentário:

Postar um comentário