Seguidores

quinta-feira, 24 de março de 2011

Inconstâncias de um Amor


Fugir de um passado, hoje atormentado pela fuga dos teus lábio, sentir um desespero sem razões ou medo, sem nenhuma explicação, apenas pelo rancor que guardo de ti dentro do meu coração, o tempo passa, as horas repassam a aflição dentro de mim, dentro de cada circunstância eu guardo na lembrança o amor que sentia por ti, será medo ou apenas desespero de te ver fugir?! A noite me vem na lembraça seu sorriso de criança e me perco lembrando de ti, suas atitudes incertas, sempre me levam a uma vasta inconstância, me pegas no alto, me levas no vasto, mas não me deixas fugir, me faz inocente, outras vez carente desse amor por ti, me preenche o vazio, mas não me deixa ficar nesse frio e morrer de amor por ti!

Nenhum comentário:

Postar um comentário