Seguidores

quarta-feira, 30 de março de 2011

Te amando...


Se você pudesse por um instante estar em mim...
Perceberia o quanto te quero...
Que em cada sorriso
Escondido atrás da tela...
Há um calor de prazer...
Uma ansiedade de amar...
Um carinho querendo ter...
Uma alma a cantar....
Se você pudesse por um instante estar em mim...
Perceberia o quanto te pertenço...
Que somente por ti meu coração se abre...
Mesmo no frio, me aquece...
No silêncio... te sinto...
Nas palavras... te acolho...
Teus beijos... meus desejos...
Se você pudesse por um instante estar em mim...
Transportando-me no espaço
Estando na constância do tempo
Me acolhendo em teus braços...
Te amando sem cansaço...
Me entregando em teu abraço...

quinta-feira, 24 de março de 2011

Com voce aprendi...


Com você eu aprendi o que é amor
Aprendi quando eu já tinha desistido de aprender
Eu te quero bem, eu quero ter você comigo,
Eu quero compartilhar tudo com você.
Eu quero poder te abraçar quando me sentir só,
Poder te beijar quando me sentir carente,
Poder conversar com você quando precisar de consolo
Mas não te quero apenas para suprir necessidades,
Eu te quero porque você me completa,
Porque você é tudo que eu sempre quis,
Todos os meus sonhos reunidos em um único ser.

Descobri que já não existem palavras pra definir você
Chegou sem avisar, ganhou espaço no meu coração e na minha vida
Quando me dei conta, já estava dizendo Eu te amo.
Você coloriu meu mundinho que há muito era preto e branco
E mesmo não tendo certeza se pra você é do mesmo jeito,
Já não me imagino sem você por perto.

A distancia...


Eu durmo pra sonhar com você.
Eu respiro procurando o seu cheiro.
Eu recordo lembranças pra te achar entre elas.
Eu me iludo por não querer enxergar a realidade:
Dessa vez eu te perdi, e foi de verdade.

Você está distante, e além dessa distância que nos separa,
Minha única certeza é meu sentimento por você,
Minha vontade e ânsia em te ver.
E isso me destrói por dentro, como a ferrugem
Que vai corroendo o ferro,
Aos poucos...

Eu tento fugir...


Mais um dia se passou, estou indo me deitar,
Diversas coisas passando pela cabeça.
Uma delas é que, mais uma vez, nada resolvido.
Esse chove não molha está me destruindo,
Não sei quem de nós dois é mais indeciso.
Você diz "te amo", mas é claro que eu não acredito
Muito menos correspondo.
Pra já estar dizendo isso, ou está se precipitando
Ou está querendo me iludir.
Como eu não vou sofrer por sua causa,
Eu acredito na segunda opção.
Se quer mesmo me conquistar, trate de provar logo
O que realmente sente, ou só vai se dar conta
Que teve chances, quando me perder de vez.

Eu tento fugir, mas não posso me enganar
Eu te amo tanto que já não consigo disfarçar.
Por mais que meu lado racional diga não,
Minha resistência é insignificante diante dessa paixão.

Basta uma palavra sua...


E toda vez é assim,
Toda vez a mesma coisa.
Basta um telefonema
Pra meu coração bater mais forte,
Basta uma palavra sua
Pra eu me encher de esperanças,
Outra vez.
Você pode escolher
Gostar ou não de uma pessoa
Mas depois que você gosta,
Dificilmente pode mudar o que sente.

Isso não pode ser amor
Não, não pode!
Amor não seria tão doentio,
Amor não me faria sofrer tanto,
Amor não me obcecaria dessa forma.
Não, isso não pode ser amor!
Amor é um sentimento lindo, recíproco,
Amor é querer estar na companhia do outro,
Amor é ser leal por opção e não por obrigação.
Definitivamente, isso que eu sinto por você,
Não é amor, nunca foi, e nunca há de ser!

Tenho Certeza...


E a cada dia que passa eu tenho mais certeza
De que isso tudo é verdadeiro.
Tanto o meu amor, quanto o seu...
Isso me faz feliz, me deixa bem.
E eu tenho certeza simplesmente porque
Eu não te esqueço... em hora nenhuma,
E em circustância nenhuma.
E só pensar em te perder me desespera.
É, eu te amo, mais que as palavras podem expressar.

Só eu sei o quanto eu te quero aqui,
O quanto eu preciso de você,
Do seu beijo, seu abraço, seu carinho.
Só eu sei o quanto você me faz bem,
E o quanto me deixa insegura,
Mesmo que involuntariamente.
Só eu sei o quão forte é esse amor,
O quanto eu te admiro,
E o quanto machuca essa distância.

Eu queria você aqui comigo, agora.
Te abraçar, te beijar, te morder,
Te dizer como eu amo você
Te ouvir dizendo o mesmo e sentir
Seu envolvente carinho que me faz arrepiar,
E sonhar, e querer aquele momento eternizar.

Presente...


É que eu te amo tanto...
que as palavras já não são suficientes;
que o coração bate mais forte só por você;
que a saudade aperta mais a cada segundo;
que eu não sei falar de amor sem dizer seu nome;
que eu não sei te tirar do meu pensamento;
que eu não me imagino sem você por perto.

Eu quero te sentir presente, eu preciso te sentir presente.
Ter certeza de que não sou só eu que corro atrás para que tudo dê certo.
Ter certeza que você é louco por mim e sempre vai ser,
Independente do meu estado de humor.
Te ouvir dizer eu te amo mesmo quando eu estiver te chamando de  babaca,
Idiota, ou qualquer coisa do gênero.
Sentir, enfim, que toda essa minha insegurança é desnecessária.

Te ver de novo...


Estou com um nó na cabeça, não sei como desfazê-lo.
Estou perdida em meus sentimentos, confusão, indecisão.
Dentro de mim, faço um balanço, as coisas boas e ruins.
Tento enxergar qual é predominante, tenho medo da resposta.
Tenho medo de serem as ruins, mas tenho mais medo ainda
De serem as boas, e tudo isso ser apenas coisas da minha cabeça.
Preciso refazer meus conceitos, ignorar as opiniões de todas as pessoas,
Por mais certas que elas pareçam, e seguir meu coração.

Te ver de novo mexeu comigo, mais do que deveria.
Te ver no meio de outra turma, diferente da nossa.
Te ver no meio de outras garotas, sem eu estar no meio.
Talvez eu não estivesse preparada pra isso como eu pensava.
Depois de tantos anos, vejo que aquele espaço que você ocupou
Continua aqui, vazio, você não está mais lá, mas ele só aceita você.
Não sei o que ao certo estou sentindo, e tenho medo de descobrir.
Tenho medo, ou quase certeza, que pra você não é bem assim.
Mexer nisso de novo, me machucaria demais
Então é melhor esquecer, e aprender a dizer: pra mim tanto faz.

Quis chorar....


Fiquei pensando em você essa noite.
Quis chorar.
Engoli o choro.
Você parecia bem demais para merecer minha lágrima.
Dormi com essa angústia no peito.
Acordei decidida a pôr um ponto final nisso tudo.
E assim o fiz.
Se foi melhor assim, só o tempo vai dizer.
Embora isso já não me importe mais.

As vezes eu quero sumir.
Sumir daqui, sumir de tudo e de todos.
Sumir pra um lugar onde ninguém me ache.
Simplesmente sumir...
E nessas horas eu quero ter você comigo
Eu quero poder desabafar com você,
Mesmo tendo amigos que me consolem.
Eu quero te sentir por perto pra ver
Que mesmo que pareça, eu não estou sozinha.

Doeu ver voce ontem...


Doeu ver voce ontem.
Voce gerou um filme na minha cabeça.
Um filme bom, de tudo que a gente viveu.
Mas uma espécie de veneno doce.
Lembrar de tudo me fez sentir saudade,
Desejo de reviver, vontade que não pode ser suprida.
E eu já não sei se isso é temporário ou não.

E aí chega você e bagunça minha cabeça.
Logo agora que eu estava tão decidida.
Eu não sei o que fazer.
Eu não sei quem procurar.
Eu não sei quem pode me ajudar.
Eu não sei mais o que eu quero,
E isso machuca, demais.


Eu só queria...


Eu só queria alguém pra chamar de amor,
Alguém com quem eu pudesse compartilhar meus problemas,
Alguém que me acordasse com uma ligação às 3 da manhã
Só pra dizer que me ama,
Alguém que gostasse de mim pela minha personalidade
Não pelo meu corpo,
Alguém que tivesse opinião própria
Pra não concordar sempre comigo.
Eu só queria que esse alguém deixasse meus sonhos,
E viesse me fazer feliz na minha triste realidade.

Eu cansei de acreditar em você.
Cansei de pensar que por você ser sincero,
Sempre fala a verdade e ignora o que lhe convém pra isso.
Cansei de acreditar que você me ama tanto quando diz.
Aliás, talvez seja essa a chave da questão:
Apenas dizer, e não fazer, não provar,
Não concretizar as palavras com atitudes.

Pensando bem...


Hoje descobri que estava errada sobre a vida
Descobri que amar e não ser amada simplesmente não faz sentido!
E que o amor platônico é apenas mais uma forma de masoquismo

Descobri que o que faz sentido pra mim quase sempre não faz sentido pra mais ninguém
Que eu gosto do diferente, gosto de ser diferente!
Que o normal me irrita e que o comum não me entende

Hoje percebi que tudo que sou fui eu que criei
Que o que ficou pra traz foi porque ignorei
E o que tem pra vir, eu infelizmente não sei!

Percebi que não sei de muita coisa
Que tenho saudades do que nunca vivi
E que invento problemas, pois os reais não resolvi.

Hoje entendi que o que eu faço afeta mais a mim que aos outros
Que o que os outros pensam realmente não importa
E que se eu me matar hoje, somente estarei morta

Entendi que morrer não faz sentido
Que viver não faz sentido
E que é melhor viver sem sentido, do que já ter morrido!

Pensando bem, percebi também que entendi tudo errado, pois o que descobri hoje vai mudar logo e só amanhã pra perceber que errei mais uma vez e que enquanto eu não viver cada momento, sem me preocupar com o que vai acontecer no outro dia, não vou aprender o que é viver de verdade... 

Chegou o fim...

Chegou o enfim o fim
Mas não o fim de tudo,
É o fim da tentativa,
O fim da expectativa.

Acabou!
Mas não acabou o amor,
Acabou a tortura,
Acabou a fissura.

Enfim terminou
Mas não a vontade.
Terminou a procura,
Terminou a loucura.

Mas afinal de nada adiantou
Acabou a tentativa, a tortura, a procura...
Acabou porque de nada adiantou insistir
Não adiantou persistir
Em um amor que nunca vai existir.

A palavra 'NEOQEAV'



"Meus avós já estavam casados há mais de cinqüenta anos e continuavam jogando um jogo que haviam iniciado quando começaram a namorar.

 A regra do jogo era que um tinha que escrever a palavra 'NEOQEAV' num lugar inesperado para o outro encontrar e assim quem a encontrasse deveria escrevê-la em outro lugar e assim sucessivamente.

 Eles se revezavam deixando 'NEOQEAV' escrita por toda a casa, e assim que um a encontrava era sua vez de escondê-la em outro local para o outro achar.

 Eles escreviam 'NEOQEAV' com os dedos no açúcar dentro do açucareiro ou no pote de farinha para que o próximo que fosse cozinhar a achasse.
 Escreviam na janela embaçada pelo sereno que dava para o pátio 
onde minha avó nos dava pudim que ela fazia com tanto carinho.
 'NEOQEAV' era escrita no vapor deixado no espelho depois de um banho quente, onde a palavra a iria reaparecer depois do próximo banho. Uma vez, minha avó até desenrolou um rolo inteiro de papel higiênico para deixar 'NEOQEAV' na última folha e enrolou tudo de novo.
 Não havia limites para onde 'NEOQEAV' pudesse surgir.
 Pedacinhos de papel com 'NEOQEAV' rabiscado apareciam grudados no volante do carro que eles dividiam.
 Os bilhetes eram enfiados dentro dos sapatos e deixados debaixo dos travesseiros.
 'NEOQEAV' era escrita com os dedos na poeira sobre as prateleiras e nas cinzas da lareira.
 Esta misteriosa palavra tanto fazia parte da casa de meus avós quanto da mobília.
 Levou bastante tempo para eu passar a entender e gostar completamente deste jogo que eles jogavam.
 Meu ceticismo nunca me deixou acreditar em um único e verdadeiro amor, que possa ser realmente puro e duradouro.
 Porém, eu nunca duvidei do amor entre meus avós.
 Este amor era profundo.
 Era mais do que um jogo de diversão, era um modo de vida.
 Seu relacionamento era baseado em devoção e uma afeição apaixonada, igual as quais nem todo mundo tem a sorte de experimentar.
 O vovô e a vovó ficavam de mãos dadas sempre que podiam.
 Roubavam beijos um do outro sempre que se batiam um contra outro naquela cozinha tão pequena.
 Eles conseguiam terminar a frase incompleta do outro e todo dia resolviam juntos as palavras cruzadas do jornal.
 Minha avó cochichava para mim dizendo o quanto meu avô era bonito, 
como ele havia se tornado um velho bonito e charmoso.
 Ela se gabava de dizer que sabia como pegar os namorados mais bonitos.
 Antes de cada refeição eles davam graças a Deus e bênçãos aos presentes por sermos uma família maravilhosa, para continuarmos sempre unidos e com boa sorte.
 Mas uma nuvem escura surgiu na vida de meus avós: minha avó tinha câncer de mama.
 A doença tinha primeiro aparecido dez anos antes.
 Como sempre, vovô estava com ela a cada momento.
 Ele a confortava no quarto amarelo deles, que ele havia pintado dessa cor para que ela ficasse sempre rodeada da luz do sol, mesmo quando ela não tivesse forças para sair.
 O câncer agora estava de novo atacando seu corpo.
 Com a ajuda de uma bengala e a mão firme do meu avô, eles iam à igreja toda manhã.
 E minha avó foi ficando cada vez mais fraca, até que, finalmente, ela não mais podia sair de casa.
 Por algum tempo, meu avô resolveu ir à igreja sozinho, orando a Deus para zelar por sua esposa.
 Então, o que todos nós temíamos aconteceu.
 Vovó partiu.

'NEOQEAV' foi gravada em amarelo nas fitas cor-de-rosa dos buquês de flores do funeral da vovó.
 Quando os amigos começaram a ir embora, minhas tias, tios, primos e outras pessoas da família se juntaram e ficaram ao redor da vovó pela última vez.
 Vovô ficou bem junto do caixão da vovó e, num suspiro bem profundo, começou a cantar para ela.
 Através de suas lágrimas e pesar, a música surgiu como uma canção de ninar que vinha bem de dentro de seu ser.
 Me sentindo muito triste, nunca vou me esquecer daquele momento.
 Porque eu sabia que mesmo sem ainda poder entender completamente a profundeza daquele amor, eu tinha tido o privilégio de testemunhar a beleza sem igual que aquilo representava.

Aposto que a esta altura você deve estar se perguntando: 
 'Mas o que NEOQEAV significa ?' "


Nunca Esqueça O Quanto Eu Amo Você

A importância dos sentimentos

Tem coisas que fazemos no dia-a-dia, na correria do cotidiano, que não agrada a todos, acabamos pisando e magoando pessoas sem que tenhamos motivos e até mesmo sem percebermos. O que passa despercebido para alguns, muitas vezes marca a vida de outra pessoa PARA SEMPRE, muitas vezes deixam feridas, machucam, fazendo com que esta pessoa desconte em outra, que irá descontar em outra e, assim, formando um círculo vicioso.

Palavras, atitudes, reações. São coisas simples e comuns em nossas vidas e que são tão importantes! Às vezes não enxergamos o pequeno, o simples... Apenas os ignoramos, por automaticamente considerá-los insignificantes. Mas por quê? Porque alguém que lhe entrega o coração, com todo o amor que pode lhe dar, é menos importante que um dinheiro que você tem a receber? O material e o fútil acaba nos dando a falsa impressão de que o palpável é mais importante que os sentimentos, o amor, as amizades e a família.

O conceito de felicidade, de realização passou a ser a riqueza, os bens e o status, a "popularidade". Talvez eu esteja sendo um tanto antiquada (e olha que sou adolescente!) dizendo que para mim o que importa mesmo é o amor e a família, que o resto é adquirido com o tempo e que dinheiro, carros, casas e jóias são apenas supérfluos. Que o que me faz feliz é receber um abraço e ouvir um "eu te amo" de alguém que eu gosto, ou de quem eu menos espero...

Não estou dizendo (mesmo!) que não me importa o dinheiro, que viveria bem debaixo da ponte, pedindo esmola, mas digo que prefiro conquistar primeiro o amor, o afeto e o carinho das pessoas. Digo que não é a popularidade que vai me deixar realizada, pois a popularidade nada mais é do que o que muitas pessoas que nem se importam com o seu bem estar pensam sobre você, é o que você faz apenas porque todos fazem, é o que você finge ser, apenas para agradar os outros. E digo que sim, preferiria viver com muito amor e pessoas queridas e sem grana do que milionária, porém rodeada de pessoas que não se importam com meu bem estar, que não tem aquele amor caloroso que é tão bom sentir dos meus amores, dos meus queridos amigos, da minha família. 

Inconstâncias de um Amor


Fugir de um passado, hoje atormentado pela fuga dos teus lábio, sentir um desespero sem razões ou medo, sem nenhuma explicação, apenas pelo rancor que guardo de ti dentro do meu coração, o tempo passa, as horas repassam a aflição dentro de mim, dentro de cada circunstância eu guardo na lembrança o amor que sentia por ti, será medo ou apenas desespero de te ver fugir?! A noite me vem na lembraça seu sorriso de criança e me perco lembrando de ti, suas atitudes incertas, sempre me levam a uma vasta inconstância, me pegas no alto, me levas no vasto, mas não me deixas fugir, me faz inocente, outras vez carente desse amor por ti, me preenche o vazio, mas não me deixa ficar nesse frio e morrer de amor por ti!

Esse amor que me enlouquece...!


Sinceramente não sei mais o que é verdade,
Ou o que é mentira.
Não sei das coisas que inventei,
Que misturei com a realidade.
Eu não sei desse amor
Que me maltrata, me irrita
Que me consome, me invade.

Não sei das coisas que quis,
Não sei das coisas que quero
Se esse amor é real ou ilusão,
Se é amizade, se me faz feliz.
Não sei se ignoro ou se guardo
Se um dia vou olhar para trás
E me arrepender do que não fiz...

Sei que esse amor é imenso, é eterno
E que o que o sustenta
Não é nada mais que você, nada menos do que eu
Que o que vai destruir não é o inverno, não é o inferno.
A única coisa que pode acontecer
É você não acreditar no que já existe
E deixar ignorar tudo o que de ti eu espero. 

Sempre...


Estarei sempre te esperando, sempre e sempre estarei lá... Lembrei tanto de você essa semana! E decidi que tenho que te respeitar. Se você não quer, eu não tenho, eu não posso insistir. Mas lembre-se sempre que eu nunca, jamais irei esquecer você. 
Não vou esquecer nenhuma das mensagens desde a primeira, em que me chamou de LINDA, e disse que sentia falta de falar comigo à noite, que era sem cabimento isso, até a última.
Jamais vou me esquecer de todos os TELEFONEMAS e bate-papos, onde a gente se falava tanto, o tempo todo, falando besteiras, falando sobre o tempo, sobre relacionamentos, sobre a vida... Lembro do primeiro dia, que vc disse que seríamos ótimos amigos! No início você nem se importava com a idade, ou com o sexo. Você nunca se importou em falar sobre nada, sobre o que faríamos quando nos encontrássemos e cumpríssemos nossa "ordem", que já tinha se tornado tão prazerosa, e que não era apenas uma ordem mais... 
Lembro de quando teve uma briga comigo e consigo, a respeito da minha demanda por você, e que você se doava tanto para mim. E pouquíssimo tempo depois já tínhamos esquecido tudo isso, e você me dizia que queria que eu estivesse assistindo um filme contigo, ou na cama, mesmo que só pra fazer volume, lembra? Lembro quando você me "obrigou" a apagar todas as suas mensagens, mandando beijos "em qualquer lugar, mesmo?"... 
Parece que foi tudo fruto da minha imaginação, um sonho de 3 ou 4 meses, tão apaixonante e tão maluco... Hoje estou confusa e pensei em você o dia inteiro. Fiz coisas de adolescente, como te ligar e ficar ouvindo sua voz na secretária (Ah, desculpe se você ouvir alguma lá no consultório sem sentido. Fui eu, mas não foi intencional... Achei que você tinha atendido...), todas as coisas que fiz fiquei imaginando o que você falaria, fiquei imaginando por horas uma conversa com você, falei sozinha, falei contigo sem você saber. 
Mas tudo isso ficou junto com nossa história, como se fosse apenas um sonho, porque não é racional de se fazer, não faz sentido. Eu estou maluca e confusa, como sempre. Já deu pra você perceber como eu sou, né? Estou confusa a respeito do que sinto por você, ainda. Não sei mesmo se é coisa de "amantes" ou de amigos, só sei que é amor. E dos piores: incondicional.

Só preciso de você

O meu amor é alimentado pelo teu silêncio... Quanto mais me ignora, mais tenho vontade de te ter. E de te pertencer. Não é perseguição nem loucura, talvez um toque de masoquismo, talvez apenas vontade de você, talvez apenas necessidade de fazer você me ver. Cada e-mail não respondido e cada mensagem ignorada me fazem ter mais alegria quando estes são respondidos, me fazem tremer de felicidade e emoção ao ler um simples ok seu.

 É isso que eu sei sobre mim: você! E  só o que quero é você do meu lado... assim posso te "esquecer" e ser só sua amiga. É estranho dizer isso, mas é assim que funciona para mim, quanto mais se afasta, mais quero você e mais preocupada em te "conquistar" eu fico. Quanto mais perto, menos penso em você, já que você está aqui mesmo, ao meu lado. E crio menos expectativa, porque estou vendo você e algo real está acontecendo (mesmo não sendo o que eu sempre esperei), portanto não vou criar fantasias encima disso, então menos vontade e menos ilusão eu teria a seu respeito.
 Resumindo: Preciso de você. Seja para te ter, seja para te esquecer.
 Te amo! 

Eu te vi


Eu te vi online ontem,
Seu nick no meu painel
Me fez pensar tantas coisas
Me fez lembrar cada coisa!


Eu não sei, sinceramente não sei o que há comigo

Porque já era pra eu ter desistido
Já era pra ter acabado esse amor incompreendido
Sério, eu te amo muito
E preciso de você pra entender esse amor
Pra controlar essa dor
Pra acabar a fissura!



Eu te vi ontem,

Seu nick no meu painel
Me fez pensar tantas coisas
Me fez lembrar cada coisa!



Eu amo,
Amo tanto você...
E não sei mais o que escolher
Eu preciso viver
E preciso de você
Mas você eu não tenho
E sem você eu não vivo!
Eu te vi ontem...

quarta-feira, 16 de março de 2011

Amor e os signos.


Após um tema muito sério e cheio de contradições eis um tema mais ligeiro, o amor e os signos!

Carneiro
Eles adoram apaixonarem-se perdidamente. Quantas mais campainhas e apitos, melhor. Não é o amor por essa pessoa que os atinge, é a excitação da queda que predomina. Os Carneiros adoram a emoção. É melhor manter a excitação, porque quando se for, eles também irão. São pessoas com que é difícil viver. Casam tarde ou nem chegam a casar. O divórcio é rotina, eles acreditam neles mesmos mais do que em qualquer outro.

Touro
Têm a necessidade para amar e proteger, do tipo casamenteiro. Olham-nos de alto a baixo no momento em que nos conhecem e são bastante sexuais. Nunca têm receio de dizer "Amo-te". Adoram enroscar-se em nós. Por vezes dão demasiado e esquecem-se de receber. Não os engane, porque são extremamente possessivos e impiedosos quando traídos.

Gémeos
Porquê amar? E o que é o amor afinal? Um Gémeo questionará isto, não conseguem fechar as suas mentes o tempo suficiente para o coração tomar o controlo. Assuntos do coração não são importantes para os Gémeos. Confundem a monogamia com aborrecimento, precisam da sua liberdade. É preciso entretê-los constantemente, seduzi-los e dar-lhes estímulo mental. O aborrecimento é o seu maior receio. Deixem-nos ser o que eles realmente são: "Confusos".

Caranguejo
Os Caranguejos casam para a vida. O seu instinto natural é ter filhos, muitos filhos, portanto o casamento é mesmo importante. No vosso primeiro encontro, o Caranguejo perguntar-lhe-á se preferem casamentos de Junho ou Dezembro. Os Caranguejos são engraçados e sensuais. Mas retiram-se para as suas carapaças e atingem com as suas garras quando se sentem injuriados (e eles sentem mais do que qualquer outro). Precisam de ser o Número 1. Trate-os com gentileza. São mansinhos quando se trata de amor.
Leão
Querem conquistar um Leão? Voem com ele a Paris para um jantar, e a uma ópera em Roma. Eles querem champanhe e caviar. Tem a certeza que conseguem suportar um Leão? Têm de ser dado beber e comer, seduzi-los com nada excepto o melhor. Os seus amantes têm de ter um aspecto bom. E já têm melhor aspecto do que a maoria. Precisam de ser adorados e venerados, e terem diamantes, cetim e ouro. É isso que é o amor.

Virgem
É claro que um Virgem é tímido quando se toca no amor. Levam muito a sério. Querem amar mais do que tudo na vida. É simplesmente difícil alcançar os seus standards excessivamente elevados. Se nos aproximar-mos, eles podem olhar para o lado em relação a alguns defeitos mínimos. Relembram-nos gentilmente, o que não é um comportamento correcto. Não o conseguem evitar. Os Virgens têm muita dificuldade em expressar os seus sentimentos. Têm receio da palavra AMOR. Não a usam levemente, sem mais nem menos.
Balança

A Balança é governada por Vénus, a Deusa do Amor. Se tivermos um amante Balança, agradeçam aos céus por esta gentil e aficcionada criatura. São sentimentais e românticos. Compram-nos rosas e levam-nos o pequeno-almoço à cama. Adoram estar apaixonados, vivem para isso. Em algumas ocasiões iniciam pequenas discussões só para confirmar que ainda gostamos deles.

Escorpião
Os Escorpiões conseguem o que querem. Se fixarem os seus olhos penetrantes e sexy em si, não lute, simplesmente encoste-se e goze o momento. Eles hão-de conseguir. Devíamo-nos sentir honrados. Os Escorpiões não gostam de perder o controle, e normalmente escondem as suas emoções debaixo de uma máscara gelada. Pesam as probabilidades a nós antes de fazerem qualquer movimento. São altamente sexuais e apaixonados. São secretos, possessivos e ciumentos, nem olhem para outra pessoa, porque quando gozados, os Escorpiões são vingativos e cruéis.

Sagitário
Logo de início, nenhum Sagitário actuará com qualquer tipo de restrições na liberdade pessoal. Tentem pregar um ao chão, e vejam-nos fugir para a Terra do Nunca. Ficam aterrorizados quando se trata de responsabilidades, não se querem comprometer e o casamento não faz parte da sua lista de preferências. Ainda querem um Sagitário? Preparem-se para uma viagem selvagem. Eles gostam de pessoas espertas e sempre a postos como eles. Alguém que seja um companheiro de viagem, bem como um amante. Adoram aventuras, seduções e por vezes enganam. Quando o fazem, a sua natureza honesta assume o controlo, e dizem-nos o que se passou.

Capricórnio
Eles possuem um coração debaixo daquele exterior gelado, todos possuem. São tímidos e cautelosos quando toca ao amor. Os Capricornianos podem-se deixar cegar pela posição, dinheiro e poder e muitos casam pelas razões erradas. Muitos casamentos são menos do que felizes, mas quando o compromisso é feito, a maioria mantêm-se casados. Estão determinados a resolverem a situação.

Aquário

Os Aquarianos ficam intrigados em relação ao romance. Mas o que é realmente importante para eles é a amizade. Toda aquela conversa doce parece uma perda de tempo para eles. Afeição em público é embaraçoso, e eles não se embaraçam facilmente. Enquanto estamos a tentar com que eles reparem em nós, eles estão a pensar nas fases da Lua. Como necessitam de espaço para explorar, muitos nunca chegam a casar. Dêem-lhes espaço, quanto mais lhe derem, mais fiéis serão.

Peixes
Sonham que existe algures uma alma gémea, que adorarão os seus gestos adoráveis, poemas de amor e rosas. Essa pessoa não se importa de estar num pedestal, enquanto o Peixes o olha através de vidros cor-de-rosa. Adoram estar enamorados. Oferecem prendas simplesmente porque é Segunda-Feira, e apreciam pequenas coisas como recompensa. Querem manter velhos amantes como amigos para sempre. Sabem que eventualmente eles saberão o bom amor que tiveram.

sexta-feira, 11 de março de 2011

Will...Coisas do meu coração.



Não é sempre que a ausência deixa saudades. Às vezes ... Ela deixa pedaços de vento, que atravessam os nossos silêncios e calam nossas PALAVRAS."

"Mas posso dizer, com mais certeza que foram com essas situações que aprendi o segredo da vitória.Procuro dar sempre o melhor de mim,para que o melhor possa para mim ser dado. Amo Sonhar e acredito que todos os meus sonhos irão realizar-se. Amo amar e amo ser amada.Sou feliz e tenho essa felicidade em mim.E acredito.O importante não é só bater na porta certa, mas bater na porta até que ela se abra."

Sou o reflexo de tudo que acredito, de tudo que posso ser capaz. Alguém que aprendeu a nunca desistir e, se por acaso chegar a desistir,nunca é tarde para começar de novo e fazer um novo fim da sua história. Aprendi com meus erros,pois foi a partir deles que comecei a acertar. Superei meus medos,pois é superando-os que se aprende o que é coragem. Posso dizer...Já sofri,já chorei,já perdi,já errei.

Foi a pessoa certa pra mim; eu nunca vivi tanto por alguém. Nunca abri tanto o meu coração pra alguém como eu abri para você.Minha maior realidade foi ter tido você. E o meu maior sonho foi nunca ter que te perder. MAS TE PERDI."

"Você foi tudo na minha vida. Tudo o que eu sempre quis, tudo o que eu sempre sonhei pra mim.E muito além do que eu havia sonhado. Foi meu amigo quando eu precisei de conselhos. Foi meu amor quando precisei de carinho. Foi o meu AMOR quando precisei de um eu te amo sincero."

 "Esquecer-te?...Como posso esquecer...Todo o carinho...Todo o afeto do meu amor e carinho.Como posso tirar-te...Do calor do meu coração se a saudades...Faz-eu lembrar você."

Renuncio a um amor querido, mas não vivido,Renuncio a esse amor pelas infinitas dificuldades.Pela distância, pela separação, apesar da união de pensamentos, da comunhão de almas...Renuncio a este amor não por covardia ou pelas suas implicações...Renuncio por altruísmo, renuncio ao amor, por AMOR.Renuncio a esse amor pelo outono dos seus dias e pelo inverno dos meus...Adeus."

Renunciar não quer dizer que não ame. Abrir mão não quer dizer que não queira.O tempo ensina, mas não cura.As vezes tem coisas que é melhor não insistir..As vezes basta apenas dizer: VOU SUMIR... tentar te esquecer.Quando a gente ama, não precisa de detalhes, apenas de um... estou bem, muita explicação machuca."

Olha realmente e muito ruim ficar sem falar com vc, sem me ligar!!! mas se é o que vc quer. Prometo por DEUS que isso nao vai mais acontecer. Estou morrendo de saudades de vc, passo o dia todo pensando em vc!!! Que Deus me dê força, nos abencoe e nos dê sabedoria pra saber o que é certo e erradoTe amo muito."

quinta-feira, 10 de março de 2011

Acordei pensando...



"Hoje eu acordei pensando que tudo iria se resolver, que seria diferente . Pensei nas possibilidades de um dia poder ir ao seu encontro sem planos de voltar, pensei simplesmente na Felicidade vindo me encontrar.Acreditei por um momento que nossos destinos iam na mesma direção, que nossos passos fariam com que nos encontrassemos e a partir dali dariamos as mãos. Uma mesma história, um só coração .Hoje eu tentei te arrancar do meu peito, porque sonhar ja não fazia parte de mim, alguém roubou meus sonhos, e isso não me deixa mais acreditar no surgimento do sol em meio a essa tempestade que me invade, tentei te esquecer pra esse sentimento deixar de existir, permanecendo somente boas lembranças de tudo aquilo que me ensinou a enxergar .Tudo que vem de voce me completa, me alegra, mas essa felicidade não pertence a mim eu tenho que seguir em frente, deixando pra tras essa vontade icontrolavel de lhe ter aqui .."

Acácio


"Ontem quando te vi, me apaixonei outra vez...Ontem eu vi você...ou pelo menos vi,seu nome online.a foto nova que colocou. E quase sem querer, me deu uma saudade tão grande...Um misto de sentimento de perda, ou simplesmente despeito. Por causa da ironia do destino que não me deixou ter você. Ontem eu vi você...e senti de novo, tudo aquilo que havia sentido. No começo....quando conversávamos por tanto tempo. E eu perdendo a noção, ia me entregando...Ontem eu vi você...e me apaixonei de novo, de igual forma como ocorreu antes. Não que havia deixado de te querer...e só lembrei agora que te adoro, mas...a tua ausência foi tanta... que as feridas da saudade, já estavam sendo curadas pelo tempo...mas quando vi você...Meu coração pulou tão forte, que rompeu novamente todas as marcas que haviam ficado em meu peito...e fez de novo sangrar dentro de mim, as mesmas marcas das flechas que teu olhar lançou. Quando eu te vi, senti tantas coisas ao mesmo tempo....senti ternura, por ver o quanto estava lindo...saudade, desejo, paixão e dúvida...por pensar que talvez, possas estar com alguém...Só sei que quando te vi, me apaixonei outra vez... e não vou deixar que tudo se repita... que você saia da minha vida novamente...por que não importa o quanto passe o tempo...o quanto eu esteja longe de você...Por que sempre.....toda vez que eu te ver...eu sei, que vou me paixonar outra vez.

Vou vivendo...


Enquanto isso eu vou vivendo, vou fingindo te esquecer a cada dia que passa, vou me acostumando com a tua ausência, vou reconstruindo meu mundo, mais uma vez sozinha. Vou ignorando suas lembranças, vou desejando que tudo isso passe logo, vou evitando te encontrar, vou acreditando que não te quero mais, vou sonhando que já te esqueci, vou pensando que vai ser fácil, vou tentando ser forte, vou tentando…
“Não nego nem um pouco que sinto muito a tua falta. Isso é mais do que óbvio até para muitos que nos conhecem. Entretanto, serei sincera. Quando eu estava com você passei por dias piores. Piores porque eu tinha medo de como seria o nosso “agora” longe um do outro. Sim, eu sabia que um dia iria acabar nossa história. Aos poucos fui notando isso e negava a mim mesma, porque eu achava que nosso mundo se quebraria em mil pedaços, que demoraria para se levantar, que seria difícil suportar…
Sabe o que descobri? Que seu mundo nunca pertenceu a mim, e nem o meu ao seu. Essa percepção causa um efeito anestésico na dor, mesmo que ela faz palpitar o coração toda vez que lembro de você. Um efeito anestésico porque sei que a dor é em vão, é inútil senti-la com a esperança de que ela mude algo. No começo foi um tapa na cara, mas foi amenizando depois e me acostumei.
Criei uma casca, uma auto-proteção, e estou bem por conta disso — só não sei até quando ela estará intacta — e espero que continue assim por um longo tempo até o interior dela estiver cicatrizado.
Mas sou muito mais forte do que eu pensava. Percebi que posso sorrir sem ter uma mágoa e um choro engolido escondidos — pelo menos na maioria das vezes. Posso sorrir pois tenho uma fé (quase ridícula de tão grande) de que ficaremos realmente bem. Bem de verdade, bem com nós mesmos.
… A única diferença é que cada um no teu canto.”

Com voce...

"Já senti carinho em outros braços

dividida em mil pedaços, procurei não me prender.
Viajei na luz de mil olhares mas em todos os lugares não senti o que é viver.
Foram tantos beijos sonhadores mil espinhos mais que flores
e ninguém me fez sonhar.
Foram só lembranças sem saudades por prazer e sem vontade fui amando sem amar
Já provei o veneno e o mel de uma fruta que tem mil sabores.
Viajei na loucura de beijos de mil amores.
Nem um deles me deu na verdade o que eu sempre quis.
Já roubei a carícia de alguém que não sabe o que é sentimento
e passei minha vida buscando por falsos momentos.
Com você quero descobrir o que é ser feliz!" 

Eu vou te esquecer

"Está doendo, mas vou te esquecer Confesso que não acreditei quando chegou o fim... Parecia que meu mundo caia, e que o chão desabava debaixo dos meus pés, cada palavra que saia da sua boca, soava como o mais terrível grito de horror, era como uma flecha atravessando meu coração que sangrava de desespero, meus olhos buscavam nos teus um simples gesto de que tudo aquilo era brincadeira. Em vão... Era tudo verdade mesmo! Como podes dizer que sou importante pra você e mesmo assim me deixar? Como podes afirmar que era maravilhoso me ter ao meu lado se pretendes ficar longe de mim e ao lado de um outro alguém? Conseguirás sentir o cheiro do meu perfume em outro corpo e mesmo assim não se arrepender? Sei que sim, pra mim já não terá a mesma facilidade, não sou tão forte igual a você, um dia ao teu lado afirmei que estava vivendo um conto de fadas, hoje posso afirmar que estou vivendo um verdadeiro inferno, onde só há dor, magoas e desilusões. Foram meses juntos nos amando, fazendo planos de um amor sem separação, que tola eu fui; acreditar que era pra sempre. Vou tentar arrancar você de dentro de mim, já sabendo que não será minha mais fácil missão, sei que será difícil mais tenho que conseguir, você foi a única pessoa que eu realmente desejei, mais amar é par e não ímpar, queria poder te desejar tudo de bom mais séria hipocrisia minha, assim como foi sua ao mim desejar felicidades. Mais como eu posso ser feliz longe de quem tanto amo? Impossível! Posso te afirmar com convicção que não terá volta, pelo menos de minha parte não, quero que essa dor que abrange cada centímetro do meu ser, perdure por anos, para que eu nunca possa pensar em te perdoar. Com imensa dor coloco um ponto final nessa história sem final feliz." 

Busco um amigo...



Busco um amigo...
que me diga sempre a verdade,
que não despreze as minhas lágrimas!

Um amigo...
cuja presença traga alegria,
cujo silêncio transmita paz,
cuja escuta inspire confiança,
cuja lembrança infunda coragem.

Um amigo...
ao qual eu possa dizer: desculpa! Uma, duas, três vezes...

Um amigo...
que não seja nem mestre, nem discípulo, mas um companheiro
com o qual eu possa caminhar rumo ao infinito... em qualquer
momento.

Um amigo...
que conserve a sua intimidade sem esconder o seu pranto.

Um amigo...
que ao amanhecer não me diga "bom dia", mas me abra o seu
coração com um amável sorriso!

Um amigo...
que creia na amizade e a viva como uma audaz conquista de
liberdade.

Um amigo...
cuja amizade seja óleo doce, suave e perfumado, extraído do fruto
amargo de uma árvore espinhosa.

Um amigo...
que não se preocupe em dar ou receber, mas que seja capaz de
compartilhar.

Um amigo...
simples, sincero, natural... capaz de chorar, mas sobretudo de
sorrir.

Um amigo...
que seja um reflexo da bondade de Deus.

Reinilson Câmara

Soneto da Fidelidade.



Esse é um classico, não podia faltar....

De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.


Vinícius de Moraes

Viver não DOÍ...


Definitivo, como tudo o que é simples.
Nossa dor não advém das coisas vividas,
mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.
Por que sofremos tanto por amor?
O certo seria a gente não sofrer,apenas agradecer por termos conhecido
uma pessoa tão bacana,que gerou em nós um sentimento intenso e que nos
fez companhia por um tempo razoável, um tempo feliz.
Sofremos por quê?
Porque automaticamente esquecemos o que foi desfrutado e
passamos a sofrer pelas nossas projeções irrealizadas,por todas as cidades que
gostaríamos de ter conhecido ao lado do nosso amore não conhecemos,
por todos os filhos que gostaríamos de ter tido junto e não tivemos,
por todos os shows e livros e silêncios que gostaríamos de ter compartilhado,
e não compartilhamos
Por todos os beijos cancelados, pela eternidade. Sofremos não porquenosso trabalho é
desgastante e paga pouco, mas por todas as horas livres que deixamos de ter para ir
ao cinema, para conversar com um amigo,para nadar, para namorar.
Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco,
mas por todos os momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela
nossas mais profundas angústias se ela estivesse interessada em nos compreender.
Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada.
Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo
confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam,
todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.
Como aliviar a dor do que não foi vivido?
A resposta é simples como um verso:
Se iludindo menos e vivendo mais!!! A cada dia que vivo, mais me convenço de que o
desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos,
na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento,
perdemos também a felicidade
A dor é inevitável. O sofrimento é opcional.

Quando chegar...


"Quando chegar aos 30
serei uma mulher de verdade
nem Amélia num ninguém
um belo futuro pela frente
e um pouco mais de calma talvez

e quando chegar aos 50
serei livre, linda e forte
terei gente boa ao lado
saberei um pouco mais do amor
e da vida quem sabe

e quando chegar aos 90
já sem força, sem futuro, sem idade
vou fazer uma festa de prazer
convidar todos que amei
registrar tudo que sei
e morrer de saudade."

Martha Medeiros

Pedaços de mim



Eu sou feito de
Sonhos interrompidos
detalhes despercebidos
amores mal resolvidos

Sou feito de
Choros sem ter razão
pessoas no coração
atos por impulsão

Sinto falta de
Lugares que não conheci
experiências que não vivi
momentos que já esqueci

Eu sou
Amor e carinho constante
distraída até o bastante
não paro por instante


Tive noites mal dormidas
perdi pessoas muito queridas
cumpri coisas não-prometidas

Muitas vezes eu
Desisti sem mesmo tentar
pensei em fugir,para não enfrentar
sorri para não chorar

Eu sinto pelas
Coisas que não mudei
amizades que não cultivei
aqueles que eu julguei
coisas que eu falei

Tenho saudade
De pessoas que fui conhecendo
lembranças que fui esquecendo
amigos que acabei perdendo
Mas continuo vivendo e aprendendo.

Martha Medeiros

Mais Sites



Florbela Espanca, em “Doce certeza”.
http://leaoramos.blogspot.com/2007/04/flor-mais-bela-tinha-certeza-de-que-ele.html
Oswald de Andrade, em “Pero Vaz Caminha”.
http://leaoramos.blogspot.com/2007/04/neste-poema-o-mais-rebelde-dos.html
Manuel Bandeira, em “Belo belo”.
http://leaoramos.blogspot.com/2007/04/manuel-bandeira-tinha-tudo-que-no.html
Cecília Meirelles, em “Murmúrio”.
http://leaoramos.blogspot.com/2007/04/ceclia-meirelles-no-pediu-alegria-iluso.html
Murilo Mendes, em “Canto a Garcia Lorca”.
http://leaoramos.blogspot.com/2007/04/em-seu-canto-de-dor-o-poeta-recorda.html

Álvaro de Campos (Fernando Pessoa) e Nando Carneiro, com interpretação de Jô Soares.(vídeo), em "Cruzou por mim, veio ter comigo, numa rua da Baixa".
http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/cruzou-por-mim-veio-ter-comigo-numa.html
Álvaro de Campos (Fernando Pessoa), em "Cruzou por mim, veio ter comigo, numa rua da Baixa".
http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/em-um-de-seus-mais-crticos-poemas-o.html
Vinícius de Moraes, em "Cântico".
http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/em-seu-canto-de-tanto-amor-para.html
Carlos Drummond de Andrade, em "Necrológio dos desiludidos do amor"
http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/quando-se-matam-os-desiludidos-do-amor.html
Clarice Lispector, em "Quero escrever o borrão vermelho de sangue".
http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/em-seu-berro-clarice-rasgava-suas.html
Cecília Meirelles, em "Noturno".
http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/nos-versos-de-ceclia-o-homem-to.html
Florbela Espanca, em "Escrava".
http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/em-seus-versos-imensos-de-ansiedade.html
Machado de Assis, em "Musa dos olhos verdes".
http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/na-sentida-dor-de-machado-de-assis.html
Ascenso Ferreira, em "Trem de Alagoas".
http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/no-foi-toa-que-vila-lobos-musicou-este.html
Affonso Romano de Santa'Anna, em "A implosão da mentira ou o episódio do Riocentro".
http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/contra-o-dio-do-terror-e-praga-da.html
Augusto dos Anjos, em "História de um vencido".
http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/o-poeta-sabe-que-ningum-v-ningum.html
Adélia Prado, em "Moça na cama".
http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/moa-da-vida-queria-paixo-uma-cama-de_25.html

Os melhores poemas


Esta é a última atualização do Poemblog:
Autopsicografia, de Fernando Pessoa e Tom Jobim, canta Tom Jobim (vídeo).
http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/autopsicografia-de-fernando-pessoa-e.html
Fernando Pessoa, em "Autopsicografia".
http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/na-dor-que-fingia-sentir-o-poeta_17.html
Carlos Drummond de Andrade, em "Era uma manhã de setembro".
http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/era-uma-manh-de-setembro-e-o-poeta-se_17.html
Florbela Espanca, em "Se tu viesses ver-me hoje à tardinha".
http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/quando-os-olhos-se-me-cerram-de-desejo.html
Mario Quintana, em "Recordo ainda".
http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/no-lamento-em-meio-desesperana-o-poeta.html
Pablo Neruda, em "Veinte poemas de amor e una canción desesperada - Poema 6"
[lik]http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/na-lembrana-do-ltimo-outono-nos-olhos.html
Bertolt Brecht, em "On the critical attitude".
http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/para-muitos-uma-atitude-crtica.html
Federico Garcia Lorca, em "Balada de um día de Julio"
http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/em-um-dia-de-julho-o-corao-do-poeta_17.html
Ferreira Gullar, em "No mundo há muitas armadilhas".
http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/gullar-diz-que-estamos-todos-presos.html
João Cabral de Melo Neto, em "Num monumento à aspirina".
http://leaoramos.blogspot.com/2006/11/joo-cabral-sofria-tanto-com-uma.html
Agora, já são 230 poemas selecionados dos melhores autores na literatura da língua portuguesa e universal.
Se quiser enviar alguns poemas para alguém, basta clicar no envelope branco que se abre o servidor de e-mails do Blogger e você pode fazer isso com toda a facilidade e segurança.
O endereço do Poemblog é
www.leaoramos.blogspot.com

Dor de Amor...

 

Achei que aquela dor fosse durar para sempre, de tanto que doía. Não era dor física, daquelas que a gente põe a mão pra amenizar. Era dor de amor. Não tive a sorte de um amor tranqüilo. Sentia o coração sendo rasgado, em finos trapos, bem devagarinho. Doendo... Rasgando... Ferindo... Sangrando... E a cabeça só lembrava: você. 

O chão que me faltou aos pés era o buraco em que eu queria me enterrar. Mas queria viver! Viver pra te ensurdecer de tanto gritar eu te amo, explodir meus pulmões de tanto chorar, me matar pra ver se te matava, te matar pra ver se renascia. Eu sorria quando tu sorrias, eu chorava quando tu choravas. No fundo, só queria te fazer sentir aquilo que eu sentia, te sobreviver do meu amor. 

Quantas vezes quis abrir teu peito, te arrancar o coração e colocar o meu no lugar. Toma! Experimenta me amar como eu te amo. Toma! Quantas vezes quis rasgar meu peito, te tirar lá de dentro e dizer: vai! Segue teu caminho e esquece que eu existo, já não te preciso mais. Me venci. Te matei em mim. Tudo ilusão... Um amor desse tamanho não se mata assim.

 Sonhei tantas vezes com o momento de te deixar que cheguei a te odiar. Te amava e te odiava, te odiava mas te amava. E te sufocava com meu desejo. E me viciava. E me afogava. E me afundava. Eu estava doente de você. Passa, isso passa com o tempo, você dizia. 

Hoje tenho que dizer que tens razão. Ainda te amo. Mas calmo, suave. Ainda te amo. Mas me permito amar outras pessoas. Ainda te amo. Mas me permito viver sem você. Ainda te amo. Mas existo pra mim. Mas ainda te amo. 

Da Dor de agora...



Quero chorar e não tenho lágrimas
Não, não as possuo mais! Não mais!
É que as quero todas nessa alegria que tenho
E, por malfadadas palavras, buscá-las venho

Sinto-me triste qual feliz é o boêmio
Qual o queimar da chama sem o crepitar do lenho
Ah! Quantas dores terão secado meu cais!
Algumas ainda ecoam nestes meus tristes ais.

Passei agora (para muitos) o limite do crível
E mesmo que esse meu falar seja punível
Ainda assim, jamais eu iria recuar

A presença das lágrimas não há de a dor apagar
Deixai então meu íntimo chorar
A dor da Felicidade (ainda) inexeqüível

Francisco de Sousa Vieira Filho 

Amigos Reais ou Virtuais???



Por trás de uma tela fria
Aquecida por sonhos
Deixo os anseios fluirem
Através de uma mensagem virtual.


Você responde a mensagem
E frases são digitadas
Fazendo-me crer, que o mundo virtual
Pode ser tão verdadeiro e "real".


Por trás de uma tela fria
O envolvimento virtual
O controle das emoções
A esperança do reencontro.


Você me faz sentir vontade
De teclar e lhe dizer:
Amigo... Sinto falta de você!


Quero encontrá-lo sempre
Numa comunidade do Orkut
No msn... icq... chat... e-mail


Sinto que você já faz parte
Do meu mundo real
E, quero que continue nele...
Amigo...você é realmente muito especial!

Mulheres...

PARA TODAS NÓS"


Mulheres fracas, fortes.
Não importa.
Mulheres mostram que mesmo através da fragilidade.
São fortes o bastante para erguerem sempre cabeça
Sem desistir, pois sabemos que somos capazes de vencer.

Temos a delicadeza das flores
A força de ser mãe,
O carinho de ser esposa,
Reciprocidade de ser amiga,
A paixão de ser amante,
E o amor por ser mulher!

Somos fêmeas guerreiras, vencedoras,
Somos sempre o tema de um poema
Distribuímos paixão, meiguice, força, carinho, amor.

Somos um pouco de tudo
Calmas, agitadas, lentas!
Vaidosas, charmosas, turbulentas.

Mulheres fortes e lutadoras.
Mulheres conquistadoras
Que amam e querem ser amadas
Elegantes e repletas de inteligência

Com paciência
O mundo soube conquistar.
Mulheres duras, fracas.
Mulheres de todas raças
Mulheres guerreiras
Mulheres sem fronteiras
Mulheres... mulheres...

Perca a batalha, mas não desistas da guerra
Perca a coragem, mas não perca a vontade de lutar.
Perca a paciência, mas não perca a sua dignidade e segure-se.
Perca o amigo, mas nunca amizade.
Perca o medo, mas não a prevenção diante dos perigos.
Perca o sono, mas não a vontade de repousar.
Perca as esperanças, mas não a confiança em Deus.
Perca o bom senso, mas não fique ridículo.
Perca o humor, mas não a vontade de sorrir.
Perca o caminho, mas não a direção da sua vida.
Perca o emprego, mas não a vontade de trabalhar.
Perca o medo de amar, errar é aprender.
Perca o medo de falar, alguém vai te ouvir.
Perca o medo de ser feliz, arrisque-se.
Perca o medo de dizer o que sente, ninguém vai descobrir se você não falar.
Perca a fé, mas nunca a certeza de que Deus existe e é seu amigo sempre
Perca o rumo de sua vida, mas encontre-se.
Perca um dia de sua vida, mas nunca a sua vida inteira.
(Paulo Roberto Gaefke)

Pai Nosso!


Obrigado, meu pai.
Pela fé, que colocaste em mim.
Nela encontro a coragem,
de caminhar entre espinhos.
De cruzar por tantas guerras
e continuar em pé.

Pai Nosso!

Tu és Rei dos mestres,
Senhor de toda a nação.
Feliz de quem nessa vida,
descobre que no teu caminho,
está a verdadeira lição.

Pai Nosso!

Hoje, eu olhando os dias passados,
senti-me mesmo uma Glória!
Oh! Meu pai, quantas vitórias!
Tu derramaste-me balsamo.
Deste-me colo quando eu nada era,
senão um ser sem direção,
em total aflição.

Pai Nosso!

Não me canso de agradece,
todas as vezes que acordo
e engrandecida vejo a luz.
Só tu, sabes o que isso representa
para os meus olhos,
que teve tanto medo de ficar na escuridão.
E, mas agradeço, quando no meio de tanto medo,
fez-me aprender a ver com a luz do coração.

Pai Nosso!

Já é quase Natal!
E aqui diante de ti
venho agradecer tantas vitórias.
Até a de saber-me triste, porém
ter a compreensão de que tudo
que passo, mesmo se na dor, fazem
parte do aprendizado e do entendimento
das coisas que são.

Pai Nosso!

Agradeço-te pela minha vida.
Por permitir-me fazer parte desse plano.
Agradeço-te também por todas as benções
derramadas a todos os meus irmãos.

Que as graças do nosso Sr. Jesus sejam vistas,
alcançadas e aceita por todos.

O Valor de Um Sorriso.

.

Não custa nada e rende muito...
Enriquece quem recebe,
Sem empobrecer quem dá...
Dura somente um instante,
Mas seus efeitos duram para sempre...
Ninguém é tão rico que dele não precise...
Ninguém é tão pobre que não possa dar a todos.
Leva a felicidade a todos e a toda parte...
É o símbolo da amizade,da boa vontade...
É o alento para os desanimados,
Repouso para os cansados.
Raio de sol para os tristes,
Não se compra,não se empresta...
Nenhuma moeda do mundo pode pagar seu valor...
Não há ninguém no mundo que precise tanto de um
SORRISO,
Como aquele que não sabe sorrir.
(sidnei Januário)

Amor... Feito Poesia.


AMOR...
É um conceito divino,
É dimensão sem medida,
É viagem sem destino,
É melodia da vida.

AMOR...
É um caminho sem fim,
É não ter que perdoar,
É não querer e dizer sim,
É dar tudo o que há p'ra dar !…

AMOR...
É voz da razão que cala,
É ter dor e não sentir,
É o silêncio que fala,
É ver o mundo sorrir.

AMOR...
É sopro de nostalgia,
É canção leve e suave,
É das trevas fazer dia,
É saber de quem não sabe.

AMOR...
É bem mais que sentimento,
É sussurro de magia,
É da alma o alimento,

AMOR...
É hoje aqui…feito poesia!…

(Euclides Cavaco)

A carta de Deus .


Tu és um ser humano, és o Meu milagre.
E és forte, capaz, inteligente, e cheio de dons e talentos. Conta teus
dons e talentos. Entusiasma-te com eles.
Reconhece-te. Aceita-te. Anima-te. E pensa que desde este momento podes
mudar tua vida para o bem, se assim te propões e se te enches de
entusiasmo.
Tu és minha criação maior. És meu milagre.
Não temas começar uma nova vida. Não te lamentes nunca. Não te
queixes. Não te atormentes. Não te deprimas. Como podes temer se és
meu milagre? Estás dotado de poderes desconhecidos para outras
criaturas do Universo.
És ÚNICO. Ninguém é igual a ti. Só em ti está aceitar o caminho da
felicidade e enfrentá-lo seguindo sempre adiante. Até o fim.
Simplesmente porque és livre.
Em ti está o poder de não amarrar-te às coisas. As coisas não fazem
a felicidade. Te fiz perfeito para que aproveitasses tua capacidade, e
não para que te destruísses com teus enganos mundanos.

Te dei o poder de PENSAR.
Te dei o poder de AMAR.
Te dei o poder de IMAGINAR.
Te dei o poder de CRIAR.
Te dei o poder de PLANEJAR.
Te dei o poder de REZAR.

E te situei o poder dos anjos quando te dei o poder da escolha.
Te dei o domínio de escolher o teu próprio destino usando tua vontade.
O que tens feito destas tremendas forças que te dei ? Não importa ! De
hoje em diante esqueça o teu passado, usando sabiamente este poder de
escolha.

Opta por SORRIR em lugar de chorar.
Opta por CRIAR em lugar de destruir.
Opta por DOAR em lugar de roubar.
Opta por ATUAR em lugar de adiar.
Opta por CRESCER em lugar de consumir-te.
Opta por BENDIZER em lugar de blasfemar.
Opta por VIVER em lugar de morrer.

E aprende a sentir a Minha presença em cada ato de sua vida. Cresça a
cada dia um pouco mais no otimismo e na esperança!
Deixa para trás os medos e os sentimentos de derrota. Eu estou ao teu
lado. Sempre.Chama-me. Busca-me. Lembra-te de mim. Vivo em ti desde sempre e sempre
te estou esperando para amar-te.Se hás de vir até Mim algum dia..EU SOU..

.....DEUS