Seguidores

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Abandono.


O tempo foi matando o nosso amor
A ausência se fez presente a cada dia.
Eu sofri, briguei, implorei sua atenção.
É como se eu não existisse mais no seu coração.

Quantas lágrimas rolaram noite adentro..
E minha face cansada, coração amargurado..
Noites sem estrelas, manhãs sem sol..
E eu aqui só, no abandono que você me deixou.

Não entendeu meu grito suplicante.
Aguardou a tempestade passar,
e esqueceu meu coração cheio de amor..

Que necessitado de sua presença..
Dia após dia adormecida,
se morreu, não sei!

Glória Dantas.

2 comentários:

  1. Isa, minha amiga, é um prazer seguir seu blog,
    Lindo, tudo perfeito!

    E feliz, ao ver meus desabafos na sua página.
    Um beijo da sua amiga.

    Glória Dantas (Regina)

    ResponderExcluir
  2. Eu que sou a previlegiada em poder ter um poema de tua autoria no meu blog, queria ter muito mais.Beijos amiga, te adoro.

    ResponderExcluir